Dieta Low FODMAP: Tudo Que Você Precisa Saber!


Xô Problemas Intestinais!


Dieta Low FODMAP: Você conhece essa dieta que foi criada na Austrália e chegou ao Brasil?

Sigla bizarra, mas de significado simples. São os inúmeros carboidratos que algumas pessoas não conseguem digerir de forma correta.

O que é a Dieta Low FODMAP

A Dieta Low FODMAP é uma sigla em inglês que significa o seguinte:

F= Fermentáveis; O= Oligossacarídeos (frutanos e galactanos); D= Dissacarídeos (lactose); M= Monossacarídeos (frutose); A= and; P= Polióis fermentáveis.

Evitar algumas frutas, vegetais, cereais, oleaginosas, leguminosas e lácteos com lactose, por terem na sua composição carboidratos que fermentam: frutose, lactose, oligossacarídeos e poliol.

O intestino humano ao não conseguir absorver de forma correta esses carboidratos, sofre fermentação pela flora intestinal. Surgem sintomas bem desagradáveis: excesso de gases, diarréia, inchaço abdominal, cólicas e prisão de ventre.

Dieta Low FODMAP Junto com a Dieta Paleolítica

Dieta Low FODMAP

A dieta paleolítica costuma ser adotada por quem quer emagrecer ou ter uma melhor qualidade de vida. As comidas são consumidas como vieram ao mundo, ou o mais próximo dessa realidade.

Verduras, legumes, carnes, alimentos frescos sem qualquer sinal de industrialização. Uma espécie de retorno ao Homem das Cavernas, nossos ancestrais que comiam bicho e planta.

Essa dieta paleo ajuda a melhorar, mas assim mesmo é possível sentir desconfortos intestinais. Há chances de que os FODMAP’s possam ser os responsáveis.

Dá aquela sensação desconfortável, como se tivesse uma bola no estomago, com cólicas, diarréias, constipação e outros sintomas intestinais. Se a dieta Paleo não bastar por si só, o caminho é buscar a Dieta Low FODMAP para ver se os sintomas desaparecem.

Dieta Low FODMAP Para Síndrome do Intestino Irritável

A Síndrome do Intestino Irritável (SII) prejudica a qualidade de vida, por conta dos sintomas que alteram a normalidade na vida de qualquer pessoa. São dores abdominais, distensão abdominal, flatulência e má digestão.

A Dieta Low FODMAP é uma dieta de eliminação. Tem sido considerada a mais eficaz, com procedimentos dietoterápicos para quem sofre da Síndrome do Intestino Irritável – SII e outros distúrbios gastrointestinais.

Pela incapacidade do intestino delgado absorver frutose e sacarose durante a fermentação no intestino grosso, o inchaço aparece sem piedade. Junta tudo: hidrogênio, dióxido de carbono, ácidos graxos e outros gases que só causam desconforto.

Alguns FODMAPs chegam no intestino grosso de forma intacta, porque não existem enzimas necessárias para digeri-los.

Quem tem SII costuma apresentar algum quadro de depressão e ansiedade. Uma pessoa ansiosa busca na alimentação um refúgio.

Comer com exagero, má mastigação e comer apressadamente ajuda a criar esses distúrbios.

Dieta Low FODMAP serve também para outras doenças: celíaca, doença inflamatória intestinal, depressão, fibromialgia e distúrbios funcionais isolados.

Como Fazer a Dieta Low FODMAP

Para começar uma dieta é preciso antes de tudo disciplina. Na proposta da Dieta Low FODMAP é preciso retirar pelo menos durante dois meses alimentos ricos em FODMAP’s.

Esse tempo vai dar uma noção dos sintomas de desconforto e suas melhorias. Após esse tempo se os sintomas desagradáveis continuarem, o jeito é buscar um novo tratamento e verificar com um médico ou nutricionista o que está ocorrendo.

Depois de reavaliar os sintomas, a reintrodução dos alimentos precisa ser feita de forma cautelosa para determinar o nível de tolerância. Se tudo der certo, você poderá voltar a consumir aqueles alimentos que foram proibidos. O intestino saudável vai poder lidar bem com os carboidratos.

Dieta Low FODMAP e Alimentos que Causam Má Digestão

Como os sintomas variam de pessoa para pessoa é importante saber quais alimentos causam esse desconforto.

Dieta Low FODMAP

Monossacarídeos

  • Alimentos Naturais: maçã, pera, manga, aspargos, cereja, melancia, pêssegos, sucos de fruta, ervilhas.
  • Alimentos Industrializados: alimentos com xarope de milho e de frutose: como mel artificial, biscoitos, refrigerantes, sucos prontos, geleias, pó para bolos.

Dissacarídeos

  • Alimentos Naturais: leite de vaca, de cabra, de ovelha, nata, queijo ricota e cottage.
  • Alimentos Industrializados: creme cheese, sorvete, iogurte e alimentos que contenham leite.

Fruto oligossacarídeos

  • Alimentos Naturais: cebola, alho, alho poro, trigo, cuscuz, centeio, caqui, melancia, chicória, dente de leão, alcachofra, beterraba, cenoura vermelha, quiabo, chicória com folhas vermelhas, couve flor, cogumelos.
  • Alimentos Industrializados: farinha de trigo, massas em geral com trigo, bolos, biscoitos, ketchoup, maionese, mostarda e carnes processadas: salsicha, nuggets, presunto, mortadela.

Galacto oligossacarídeos

  • Alimentos Naturais: lentilha, grão de bico, grãos enlatados, feijão, ervilha, grãos integrais de soja.
  • Alimentos industrializados: produtos que contenham esses alimentos.

Polióis

  • Alimentos Naturais: maçã, damasco, pêssego, nectariana, pera, ameixa, cereja, abacate, amora, lichia, couve flor, cogumelos.
  • Alimentos industrializados: adoçantes como xilitol, manitol, sorbitol, produtos com glicerina.

Nem Todo Mundo é Intolerante Para Precisar de uma Dieta Low FODMAP

Se tudo estiver funcionando bem e não existir qualquer sintoma ao ingerir esses alimentos, não precisa restringi-los.

Então sem qualquer culpa aproveite o molho de tomate, melancia, couve flor e demais FODMAP’s.

Procure gerenciar seus sintomas, sem a necessidade de remédios ou de soluções invasivas.

Cuidados Com a Dieta Low FODMAP

Essa dieta pode provocar baixo consumo de nutrientes importantes para o organismo. As fibras, carboidratos e cálcio são excluídos no período em que se testam os desconfortos.

A Dieta Low FODMAP é muito restritiva. Quando seguida por longo período, sem orientação adequada, pode gerar além da carência nutricional, estresse e irritabilidade.

Garanta sua saúde com um especialista. Não faça uma Dieta Low FODMAP sem orientação.

Dieta low FODMAP [VÍDEO]

Gostou Deste Artigo? Leia Também:

Dieta Low FODMAP: Tudo Que Você Precisa Saber!
5 (100%) 1 vote




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *