Alimentos poderosos

Aqui você acompanha o que a natureza tem a oferecer para sua saúde

MIL-FOLHAS – Para que serve?

Nome Científico: AchilleamillefoliumL.
Família: Compositae (Asteraceae)
Outros Nomes Populares: novalgina, aquileia, atroveran, erva-de-carpinteiro, erva-de-cortaduras, erva-doscarreteiros, macelão, milefólio-em-ramas, mil-em-rama, mil-folhada, nariz-sangrento, pronto-alívio, sanguinária.

Usos: para falta de apetite, dificuldade de digestão, febre, inflamação e cólicas.
Parte Utilizada: partes aéreas

Plantio: cresce em solos bem drenados, sem muita umidade. É uma planta de clima subtropical e desenvolve bem no calor e resiste bem à seca. Quando muito grande e vigorosa, pode sufocar outras plantas à sua volta.

Princípios Ativos: óleo essencial (composto de terpenos como o cineol, borneol, pinenos, cânfora e azuleno; derivados terpênicos e sesquiterpênicos, taninos, mucilagens, cumarinas, resinas, saponinas, esteroides, ácidos graxos, alcaloides e princípio amargo); lactonas e flavonoides.

Modo de Preparo: chá por infusão de 1 a 2g das partes aéreas secas em 150mL (uma xícara de chá) de água. Tomar 150mL do infuso, 10 minutos após o preparo, três a quatro vezes ao dia, entre as refeições.


Observações: • Deve ser administrado apenas em maiores
de 12 ano.

• Não deve ser administrado em paciente
portadores de úlceras gastroduodenais ou
oclusão das vias biliares; o uso acima das
doses recomendadas pode causar cefaleia
e inflamação, e quando prolongado pode
provocar reações alérgicas. Caso ocorra
um desses sintomas, suspender o uso e
consultar um especialista.

• O princípio amargo contido nesta planta
faz o efeito necessário no tratamento de
falta de apetite (anorexia) e dificuldade de
digestão (dispepsia). Este componente se
liga aos receptores amargos das papilas
gustativas, presentes no fundo da língua,
resultando em maior salivação e secreção
de HCl no estômago, que fará a digestão.
O HCl liberado fará parte do processo de
liberação do hormônio gastrina, que irá
fazer com que maior quantidade do ácido
seja excretado e que, quando entra na
circulação sanguínea e se liga a certo
neurônio, é capaz de abrir o apetite.