Alimentos poderosos

Aqui você acompanha o que a natureza tem a oferecer para sua saúde

CANA-DO-BREJO – Para que serve?

Nome Científico: Costusspicatus
Família: Zingiberaceae (Costaceae)
Outros Nomes Populares: cana-de-macaco, canamansa, periná, canarama, cana-do-mato, heparina,
ubacaia, jacuacanga, cana-branca, paco-caatinga,
pacová.

Usos: tratamento de pedras nos rins. Tem ação
antinociceptiva e anti-inflamatória. Seu extrato
apresenta um potencial como adjuvante no tratamento
da obesidade e de dislipidemias, uma vez que inibe a
atividade da enzima lipase pancreática.

Parte utilizada: folhas, hastes e rizomas.
.
Plantio e Coleta: se propaga por rizomas e sementes, a
sol pleno e solo úmido. Pode ser colhido para preparo
após o florescimento21

Princípios Ativos: flavonoides principais:
leucoantocianidinas e flavanonas (presentes em todas
as partes vegetativas: raiz, rizoma, caule e folhas);
alcaloides (presente na raiz, rizoma e caule); saponinas
(nas folhas e rizoma); heterosídeos cianogênicos
(presente em todas as partes vegetativas).
.
Modo de preparo: no tratamento de pedras nos rins é
usada popularmente fazendo um chá de decocção das
folhas.


Observações: • Um dos usos populares de Costus spicatus
era de tratar diabetes mellitus tipo.
Estudos recentes em ratos mostraram que
o chá das folhas, o método mais comum
utilizado pelos usuários desta planta, não
apresenta ação suficiente para promover a
diminuição da progressividade deste tipo
de diabetes.
• Esta planta não está na lista de plantas
medicinais e/ou fitoterápicos
regulamentados pela Anvisa. Por este
motivo, algumas informações sobre o seu
uso medicinal podem não estar totalmente
corretas, como na preparação de seu chá,
onde foi encontrado apenas seu uso
popular, sem comprovação científica.